FATAL























O amor te faz nascer
E morrer
Dez vezes por dia se ele quiser

O amor é senhor
E você sabe
Só é possível servir a um

O amor te acorda de noite
Te deixa sem sono
Te põe pra dormir, te deixa

Em coma, letárgico
O amor te dá sonhos
E tira

O amor se ri dos sonetos
De amor e gargalha e se finge
De terno, o amor

Se apresenta sério
O amor faz mistério
E entrega o jogo, se quer

O amor vai te deixar louco
Vai te fazer rouco
De gritar o amor

E aí, vai fingir estar surdo
Vai te tornar mudo
E perguntar: O quê?

O amor vai matar o seu deus
Te fazendo tão pleno
De só haver o amor

E vai sair muitas vezes
Deixando vazio o quarto
E o altar

O amor vai querer te matar
E te fazer querer morrer
E nascer
E morrer
De amor.
.

Adriane Garcia
Postar um comentário

Crer

Creio em mim. Creio em ti. Deus, onde mora? Na vontade de crer que me consente humano e ardente. No meu repouso em ti, qu...