Verso da Espera





















Uma espera infinda
faz inverno em mim
e um amor que sufoca
completa o vazio...

Fiz da tua espera
o ocaso dos meus dias
lentos como um outono
com sons monossilábicos...

Mas se o amor é paciente
A espera é finda!


Marçal Filho/Conceição Bentes
Postar um comentário

Satélite

Fim de tarde. No céu plúmbeo A Lua baça Paira Muito cosmograficamente Satélite. Desmetaforizada, Desmitificada, Despojada do ...