Entrega





















Desintegro-me desarvorada
entre escapes dos teus versos
extraídos de odes,
surgidos do amor


Ungida sou
com o bálsamo da tentação
que me desfolha,
desatando ao ocaso
meu destino inconfessado


Assim prescrevo poemas,
enfeito saudades incandescidas
com inconstâncias e entraves,
dimensões de minhas fantasias,
anéis de imaginações


Ouço tuas vontades
expostas na língua dos anjos
feito constelações de murmúrios
num resto de palavras distorcidas


Conceição Bentes
Postar um comentário

A instabilidade das cousas do mundo

Nasce o sol e não dura mais que um dia. Depois da luz, se segue a noite escura, Em tristes somb...