Escapulário















No Pão de Açúcar

De Cada Dia

Dai-nos Senhor

A Poesia 

De Cada Dia.


Oswald de Andrade

Em homenagem aos 100 anos do bondinho do Pão de Açúcar.

Postar um comentário

Apelo

Porque não vens agora, que te quero E adias esta urgência? Prometes-me o futuro e eu desespero O futuro é o d...