A paixão medida


























Trocaica te amei, com ternura dáctila
e gesto espondeu.


Teus iambos aos meus com força entrelacei.


Em dia alcmânico, o instinto ropálico
rompeu, leonino,
a porta pentâmetra.


Gemido trilongo entre breves murmúrios.


E que mais, e que mais, no crepúsculo ecóico,
senão a quebrada lembrança
de latina, de grega, inumerável delícia?


Carlos Drummond de Andrade
Postar um comentário

Horizontes

Pai não adianta as botas Se tiraste minhas pernas Num mundo de cotas Transformo-me em percentual Meus sonhos...